NOTÍCIAS

CONCESSIONÁRIA ASSUME GESTÃO TOTAL DE VIRACOPOS

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), passou a ser administrado definitivamente pela concessionária Aeroportos Brasil Viracopos no dia 14 de fevereiro de 2013. Viracopos será o primeiro aeroporto do país a ser controlado integralmente pela iniciativa privada.

Ao todo, as empresas que compõem o consórcio pretendem investir R$ 9,5 bilhões até 2042, quando o movimento esperado de passageiros por ano é na casa de 80 milhões.  

A transição da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) para a iniciativa privada começou em agosto de 2012, quando o consórcio acompanhou os trabalhos da estatal por três meses. Em novembro, a gestão foi compartilhada, mas já com a concessionária à frente. 

O consórcio, que é formado pela Triunfo Participações e Investimentos (45%), UTC Participações (45%) e Egis Airport Operation (10%), da França,  venceu no ano passado a concorrência para assumir a administração privada de Viracopos por 30 anos.  

Entre as principais melhorias prometidas pela concessionária está a entrega do novo terminal de passageiros em maio de 2014, além de 28 pontes de embarque, um edifício-garagem para 4 mil veículos, sete novas posições remotas para o estacionamento de aeronaves e a ampliação das pistas de taxiamento. 

Para diretor-presidente da concessionária, Luiz Alberto Küster, a transição total é o primeiro passo para o terminal de Campinas se tornar referência. 

"Viracopos é o primeiro aeroporto do Brasil com operação 100% da iniciativa privada e está trazendo um novo paradigma para a questão aeroportuária do país. Eu não tenho dúvida de que ele será o melhor e maior aeroporto da América Latina", disse. 

De acordo com a Aeroportos Brasil, os passageiros não sentirão nenhuma diferença no funcionamento do terminal após a transição de administração, marcada para a 0h desta quinta-feira. 

A concessionária prevê eventos comemorativos para marcar a data apenas para colaboradores, terceirizados e consultores da empresa. 

FUNCIONÁRIOS 

Dos 400 colaboradores da Infraero que atuam em Viracopos atualmente, 309 vão continuar na gestão privada. 

Os outros 81 servidores serão remanejados para outras unidades da estatal, como a sede da Superintendência Regional de São Paulo (SP), além do Aeroporto de Congonhas e Campo de Marte, ambos em São Paulo, além de São José dos Campos (SP).  

A Infraero afirma que investiu na capacitação dos empregados que não irão para as concessionárias, com o objetivo de aproveitá-los em outras áreas da empresa e/ou órgãos do Governo. 

Fonte: Portal Viracopos