NOTÍCIAS

VIGIAGRO VAI INSERIR CÃES FAREJADORES NA FISCALIZAÇÃO

Visita técnica ao canil da Receita Federal, no Espírito Santo, é o primeiro passo para a elaboração do projeto piloto que será implantado no MAPA     

      
O Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional – Vigiagro, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Mapa, deve passar a contar com cães farejadores no trabalho de fiscalização.  Com o objetivo de reunir informações que subsidiem a elaboração de um projeto piloto, servidores lotados em Brasília, São Paulo, Curitiba e Vitória visitam na quinta e sexta-feira (11 e 12 de setembro) o Centro Nacional de Cães de Faro da Receita Federal e o Armazém Alfandegado do Aeroporto de Vitória (ES), respectivamente, para demonstração da atuação dos animais.

O coordenador geral do Vigiagro, Marcos Valadão, acredita que a inclusão dos cães farejadores no trabalho de fiscalização ajudará a liberar fiscais para atuarem em outras atividades importantes do Ministério. A justificativa para esse projeto é o fato de os animais possuírem um olfato aguçado, 100 vezes mais sensível dos que o dos seres humanos, e isso os capacitam a perceber odores mesmo em concentrações baixíssimas. “Quase todos os países com o sistema de defesa agropecuária bem estruturado já contam com cães farejadores. Vamos acompanhar esse avanço”.
Segundo o fiscal federal agropecuário Márcio Henrique Micheletti, os cães farejadores trazem rapidez e eficiência ao processo de fiscalização em busca de produtos de origem animal e vegetal trazidos ilegalmente ao País. “Isso confere maior segurança à nossa agropecuária. O reforço na fiscalização reduzirá o risco de entrada de pragas e doenças”, destaca.
Márcio Micheletti explica que ainda não há definição do número de cães necessários.

A expectativa é de que nos próximos meses, com o avanço da elaboração do projeto piloto, seja possível avaliar as necessidades e as perspectivas para a implantação dos animais em escala nacional.

Atenciosamente,

Marcos Farneze
Presidente